1 de mar de 2010

Amigos? Claro Déo!

Eu tive um namorado, aliás o que não me falta é caso de namorado-enxaqueca para contar, mas um em especial eu preciso contar...

Embora desde o início eu sabia que não daria certo, tentei e insisti (aliás vocês já perceberam o quanto eu insisto? quando todas as setas indicam direita >>>>>>> eu quero esquerda <<<<<<<<<<<<)

Insisti no erro porque eu acreditava naquela época que poderia dar certo.
Embora estivéssemos com objetivos bem diferentes! Bota diferentes nisto!
Conclusão: deu errado! Durou mais do que pensei e menos do que queria...
Ai outro dia lá fui eu querer ser amiga dele. Pensei que o tempo já havia passado e o melhor era deixar tudo para trás e ficarmos amigos.

Me digam: alguém já viu homem ser amigo de alguma mulher que não seja finalidade sexo? E que não seja gay??

Pois é, eu achei que tivesse visto... rs

Depois da hemorragia verbal do meu ex-namorado a única coisa que posso dizer é que independente da idade os homens pendem sempre para atitudes infantis, idéias imaturas e muita, mas muita sacanagem.

A proposta foi simples: "Déo, já somos amigos, tivemos uma história juntos que só não deu certo por incompatibilidade, mas claro que somos amigos é só minha namorada não saber. E claro que podemos nos encontrar de vez em quando não é? Podemos relembrar os velhos tempos, marcamos um horário bom para os dois, tipo entre onze e meia meia-noite e vamos para um lugar mais tranquilo..." (cemitério obviamente!)

Não sei se eu ceguei quando me apaixonei. Provável. O que eu podia esperar???
É claro que só podia dar nisto!

Por isso que eu insisto tanto no assunto carência ela é realmente uma meleca e das grandes...fazemos coisas que não temos a menor vontade em sã consciência, mas fazemos porque não temos "nada melhor pra fazer"...

Claro que temos! Podemos fazer a unha, podemos fazer o cabelo, massagem, correr no parque (é só não falar com o primeiro doido que aparecer por lá já falamos sobre isto em "Déo e seus tipos"), ler um bom livro, fofocar com as amigas, ouvir uma boa música, dançar, assistir a Palmirinha, comprar um papagaio e treiná-lo a dizer frases que você adora, enfim, tanta coisa...(olha só como estou lúcida?)


Mas não, a gente quer mexer na melequinha que está quase seca para ela voltar a feder, quer cutucar a onça, mexer no vespeiro, ver o que pode acontecer...e ai quando a gente vê já aconteceu!

Pra quê?
Alguém sabe me dizer?

Reações:

6 comentários:

Olha Deo.... Eu tenho uma porçao de amigos que eu prefiro acreditar que nao tenha a finalidade sexo... rsrs

Mas assim, dia desses eu li num lugar ai que ex é não por acaso, mas por justa causa...

Ele nao deixou de ser quem ele era por ter se tornado ex. Se nao rolou de serem amigos enqnto namoravam, porque seriam DEPOIS?


As vezes a gente mexe nessas coisas, pra ver feder mesmo! Pq talvez, em certos momentos a gente prefira a coisa fedendo do uma vida sem cheiro algum....

Ai Mari, também espero que você tenha razão quanto aos amigos, mas enquanto os meus só querem isto, não me iludo não, beijão!

Déo

Ahahahahahahahahahahahahahahahaahahaahahahahahahaaahahah!

Eu não sou muito dada a crises de carência, não que eu não tenha alguns casos no meu passado. Mas sou muito racional. Geralmente escolho o livro, a massagem ou o papagaio. Ahhahahahahahah!

Agora, não te engana: é claro que tu não ia conseguir ser amiga de um ex-namorado cafageste, mas mulheres e homens não gays podem ser AMIGOS sem envolver sexo e nem interesse por ele SIM!!! Eu provo!

Bjs!

Larissa
Vou precisar acreditar na versão alheia, pois eu só conheço amigo assim!
De qualquer maneira, o papagaio será a minha próxima aquisição
bjão
Déo

eu tenho amigos sim que eu acredito fielmente que não possuem segundas instenções, haehirairauer
e prefiro continuar pensando assim!
:P


bjao

Hosana eu espero que só eu tenha amigos assim, já basta uma!!!!!!!! Boa sorte e mantenha seus amigos
Bjão
Déo