12 de ago de 2010

Déo e seus Lábios Compartidos

Estava pensando como seria uma das minhas histórias no modo mexicano de ser...lembrei de uma história que me aconteceu há alguns anos atrás...

Eu, Déo, nesta história sou Mercedes.
Eu estava me preparando para uma saidinha básica num dia qualquer.
Cecília Gabriela minha fiel escudeira (entende-se por Patty) e eu fomos no local de sempre a procura de uma boa música, boa bebida etc...

Como de costume pegamos uma mesa estratégica para ver a banda e as pessoas, bebemos nossos birinights (acho que não existe birinights no México né?) refazendo bebemos nossas tequilas, dançamos, ouvimos a banda, etc...
Mas aquele dia não era o mesmo para Mercedes, ou seja, para mim.
Não, não mesmo!

De longe avistou sua rival, Maria do Bairro!

Maria do Bairro estava com seus amigos: Custódio Augusto, Fabiano Cuervo e Ricarda Eduarda! Eles estavam dançando distraidamente.
Maria do Bairro na verdade não era sua rival, apenas que elas duas haviam se apaixonado pelo mesmo "hombre"

Depois de algum tempo aparece Juan Pablo, o "hombre"! Juan Pablo chega sem ver nenhuma das duas. Fica em seu canto bebendo algum drink caliente e de hombre do México (que não sei dizer)

Mercedes não sabe como reagir e sua amiga Cecília Gabriela pede calma!
Juan Pablo vai se aproximando de Maria do Bairro, eles começam uma conversa, Mercedes fica mais tensa ainda e Patty, ou melhor, Cecília Gabriela pede MAIS CALMAAA!!!!!

Depois da conversa com Maria do Bairro que sai aos prantos, Mercedes decide conversar com ele.
- Olá Juan Pablo, tudo bom?
- Vovovovocê aqui?
- Ssisisisisisimmmm eu aqui (meu coração estava na boca)
- Que surpresa!
- Vim ouvir minha rumba Juan Pablo!
- Adorei revê-la Mercedes! Saudades!
- Eu também Juan Pablo!

Mercedes sai como se nada tivesse acontecido tentando ignorar o fato de estar completamente apaixonada por Juan Pablo.
Maria do Bairro não tira os olhos dela!

Como se não bastasse esta situação toda, aparece Alberto Estrela, uma antiga paixão de Mercedes. Alberto Estrela bem mais despojado já chega abraçando-a!

- Que saudadeeeeeeeeeeeeeee Mercedes, quanto tempo! Você sumiu, mas continua linda!
- Alberto Estrela, por favor! Não tente me conquistar. Sua chance já foi!
- Mas Mercedes! Eu te amo!
- Tarde demais Alberto Estrela, meu coração já tem dono!

Alberto Estrela sai como um cão sem dono, ou melhor, como um pierro sem dono.

E Mercedes percebe que Juan Pablo não tira os olhos dela.
Mercedes diante desta situação, não sabendo o que fazer olha para Cecília Gabriela que está aos beijos e abraçados com Otávio Augusto e decide sentar em sua mesa.

Maria do Bairro a esta altura já tinha ido embora.

De um lado Juan Pablo com seu drink, do outro Alberto Estrela que não tirava seus olhos sobre Mercedes.

Mercedes decide então aproveitar a situação...sai de sua mesa e vai para a outra área do local onde nenhum dos dois estão por perto...mas Juan Pablo segue Mercedes que não resiste e beija Juan Pablo.
Passado algum tempo ela diz que vai embora...

No caminho de saída fala para Alberto Estrela que está de partida e vai embora.

Na porta de seu carro Alberto Estrela segura a maçaneta da porta do carro e lhe dá um beijo de novela mexicana...

E por fim Juan Pablo e Alberto Estrela nunca mais aparecem em sua vida!

Reações:

4 comentários:

ahahah pode ser aqui ou no méxico, é um reflexo da vida feminina. Mt bom o blog, parabéns.

Déo, vou dar o meu pitaco. Tudo muito legal, mas senti falta de uma Mercedes anterior à descolada; a Mercedes sofrida mas linda,toda delicada, sensível, sorridente, recém saída de um orfanato, que vende rosas pelas ruas e que sonha com a chegada do seu príncipe encantado. (Rs)

Beijão!

Dani
Valeu pla visita e não siga meus passos ein?
Bjim da Déo

Jonny
Esta Mercedes é moderna, depois dos tombos que tomou, aprendeu rapidinho a ser um mulherão!

Bjim da Déo