19 de jul de 2011

E por que não?

É uma data qualquer de um dia qualquer, temporada de freelas (sem opção de emprego fixo).

Um dia inteirinho de trabalho, dor no pescoço e cansaço...meu mundo por uma boa massagem!!!!!! "vai ficar sem desta vez... diz meu cérebro!"

Tudo começou cedo: 6:25 da manhã...levantaaaaaaaa, sacode a poeria dá a volta por cima, BEM POR CIMA!

O freela que eu peguei está acabando é só mais uma semana e dois dias...

(Começa todo o processo de nóia por um freela novo: vai dormir mais tarde do que o normal pensando em tudo ao mesmo tempo agora.
Acorda na metade do dia com dor nas costas de tanto que dormiu, passa o resto do dia mandando currículo, caçando contatos do messenger que você não fala há séculos para dizer que não está trabalhando, rezando para aparecer algo desbravador para trabalhar e pagar as contas.)

Enquanto isto não chega...mais um dia no freela

Ai, tem algo doendo o que é? 
Ahhhhh minha bexiga que está explodindo de dor porque era para eu ir ao banheiro assim que cheguei no serviço, mas acabei sentando aqui e não saí mais...

Aaaaaaaaaaaaai, tá ardendo para fazer xixi.......iiiiiiiiiiiiih é sistite, isto acontece com stress, quando você fica muito sem beber água ou fazer xixi.

Ah se você seguir a linha da terapia holística é a área dos prazeres, não somente sexuais, mas enfim tudo o que te dá prazer alivia esta região. Se você não tem tido prazer em nada na vida a chance de ter sistite é grande...

Ah ta! Valeu por avisar...o que é prazer mesmo???

O dia está acabando, mas ele não acaba...ele se arrasta e pede para que você seja forte, competente, perfeita, sem defeitos e não seja grossa com ninguém. Nem com aquele filha da PUUUUUUUUUT........... que disse para todo mundo que você não o atende, não dá atenção, não retorna as ligações e que é uma incompetente. (Não to aqui pra cuidar de carência de ninguém não!)

Ah! não grite, não fale palavrões, não faça mais uma lista de coisas...inclusive arrotar e nem emitir gases...podem te achar uma porca (e eu faço o que? finjo-me de morta????)

Falta no relógio apenas algumas horas para acabar o dia... minha barriga ronca. Que horas eu comi mesmo?

Ah foi no intervalo entre uma ligação telefônica e um e-mail que eu passei...já faz um tempinho

O carro já chegou...preciso ir embora e dormir!!!!!!!

Me despeço de todos e ainda tenho que aguentar um xaveco muito do barato do carinha bonitinho e pegador do lugar ok, ok, faz parte.

Dou um sorriso de paisagem e ele fica na dúvida se eu gostei, mas estou me fazendo de difícil ou se eu to na dele.... (ele ainda não percebeu que saquei o "tipinho" dele)

Enfim chegarei no meu lar doce lar... o lugar onde eu posso ficar largada no sofá, arrotar se eu quiser e peidar se eu quiser tbm! uhuuuuuu, eba

Opa tem algo estranho estou ouvindo vozes e não são do além...

Surpresaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa a campainha quebrou e o porteiro está chamando você na porta...ele entrega 3 cartas: uma do banco, outra conta para pagar e um telegrama.
Telegrama??? Ainda usam isto?

Era um recadinho de um admirador nada secreto que diz:
" Déo, que tal passar a noite aqui?"

Abro a porta, toco a campainha no vizinho (a dele está funcionando)



- Oi, neste caso telegrama fica meio estranho, mas o convite está de pé...
Quem disse que a noite teria este fim?

Reações:

4 comentários:

Olha a Deeeeeooooo!

Mandou muito bem!

Estas coisas inesperadas são simplesmente as melhores! Tudo muito mais intenso!

Anônimos Beijos!

Anônimo você por aqui...tem andado sumido. Senti sua falta!

Disse tudo: coisas inesperadas são as melhores!
Bjs da Déo

Ih Deo, nem te conto! Está super "fueda" de tempo devido a correrias! Mas sempre que sobra um tempinho, dou uma passada por aqui! :)

Também sinto sua falta, dear!

Anônimos Beijos!

O que importa é passar por aqui! ^^

Bjs da Déo