29 de ago de 2011

As voltas que um ex dá

Namorei por três meses um cara (ok, vocês até podem dizer que três meses não é considerado namoro, mas para mim foi)

Nos conhecemos de forma completamente atípica: chamando o mesmo táxi na cidade de São Paulo. Coisinha de novela. Ele disse para eu entrar eu falei não, pode ir primeiro, depois ficamos nesta até que perguntei: para onde você vai? E por coincidência ele ia para o mesmo lado que eu.

Dividimos o mesmo táxi, a mesma cama, os mesmos bares, as mesmas danças e as mesmas biritas por três meses!!!! A relação era bem legal! Pensávamos da mesma forma, ríamos muito, tínhamos muuuuuuuuuuuito a ver, mas por algum motivo obscuro da vida dele a coisa foi indo para o fim...

Aí a relação se torna uns e-mails encaminhados de assuntos como piadas e você manda junto um - achei a sua cara ou acho que você vai se interessar, só para ver se ele vai responder com um "oi, tudo bem? saudades" 

Como normalmente estes e-mails davam certo, uma piada se tornava praticamente 5 dias de longos e-mails.
Variávamos do e-mail para torpedo no celular e uma vez até chegou a ter uma visita na minha casa meio bêbado, berrando na porta para quem quisesse ouvir que ele estava muito triste, que gostava muito de mim e que queria ficar comigo e mais algumas coisas que os homens nos falam apenas quando estão bêbados...(não podiam falar sóbrios não?)

Num destes torpedos o texto foi mais ou menos assim:

" Oi, tudo bem? Passa em casa hoje?"
Fiz aquela linha básica de nós mulheres que temos orgulho:
Tenho aula hoje de mandarim não posso perder, caso eu saia cedo de lá eu te ligo! (é óbvio que eu podia ter o que fosse, eu iria até lá, mas temos que fazer um tipo)

"- Ah, ta, tudo bem então"

Desisti da aula, fui beber para dar uma relaxada, fiquei mais alegre e contente, os problemas eu já tinha eliminado, passei em casa para colocar a minha lingerie "sexy" e mandei um torpedo para ele: apareça na porta em 5 minutos!

Chegando lá ao invés de ser recepcionada com um maravilhoso sorriso e um beijão ele entra no carro e começa a falar sobre a nossa relação.

" Sabe Déo, eu quero te pedir desculpas por tudo o que eu fiz, por não ter contado naquele dia que eu ia no jogo de futebol com a galera que eu sempre saia antes de te conhecer, queria que você soubesse que eu sei que pisei na bola, mas acho que você não entenderia nunca o meu ponto de vista..."

E eu, embora adore falar, quase não conseguia, só saia uns...aham, é verdade, posso falar?
E ele continuava a hemorragia verbal e eu meio tonta da bebida pensando o que eu to fazendo aqui já que o que eu pensei que fosse acontecer não acontece?
Falei que ia embora. A cena era patética: ele saia do carro, eu dava partida no carro e uma volta no quarteirão.

Ele mandava um torpedo pedindo para eu voltar, eu voltava ele entrava no carro e continuava a conversa de pedido de desculpas.

Isto aconteceu por cinco vezes, até que na última vez eu olhei bem séria para ele, tapei sua boca com a minha mão e falei:
- Olha só, eu já me cansei de ficar como barata tonta indo e voltando aqui na porta da sua casa, me responda apenas uma pergunta: o que você quer comigo????????

Ele com a cara mais deslavada deste muito me responde:
- "Ah quero que você passe a noite comigo hoje!"

- E precisava falar tanto?!?!?!?!?

Nem preciso falar o fim desta noite né?


24 de ago de 2011

Déoconectada

Estava me segurando para não falar sobre este assunto.
Eu não queria contar, óbvio, mas nesta altura de convívio com vocês eu preciso contar.

Eu entro em chats, me cadastro em sites de relacionamento e adiciono pessoas em mensagens instantâneas que eu criei para este tipo de situação, pronto falei!

Eu sei que nos dias de hoje é normal ficarmos online o dia todo ou pelo menos grande parte do dia, os celulares nos ajudam e muito nisto, mas se cadastrar nestes sites? Hmmmm somos vistos como carentesedesesperados.com.br

Quem é cadastrado não admite de cara sempre tem uma frase inicial do tipo "ah outro dia eu não tinha nada para fazer e acabei fuçando em tal site e me cadastrei" e quem nunca se cadastrou chegou até a parte do cadastro e desistiu!

Só que às vezes a gente está em casa, numa noite fria, sem nada para fazer, nossos materiais de prateleira estão indisponíveis e só nos resta a internet e "acabamos fuçando e fazendo o cadastro (risos)"

Vocês já viram uma ficha cadastral destes sites???
Tem que escrever sobre você, o que procura, o que não procura e ai você fica na dúvida de que se for muito sincera pode estar correndo risco de ser atingida por algum cafajeste de categoria que está lá pronto para dar o bote e se não for sincera pode cair em contradição em algum momento das conversas. Depois você tem que dizer o que você espera do sujeito que vai te localizar no site.

Realiza a cena: você não tem a menor ideia do tipo de curva de rio que vai parar lá então você tem que filtrar ao máximo para tentar se livrar dos piores curvas de rio, mas é um tiro no escuro.

E ai? Você diz que quer um Deus Grego que seja quase padre no quesito 10 mandamentos, mas um Don Juan na cama?
Não né então você responde apenas aquelas perguntas de sim ou não ou de várias opções:

Características físicas:
Alto - de 1,75 até 1,80m (porque você já sabe que o sujeito vai mentir e vai acabar tendo uns 1,70m)
Pele - Indiferente - (com tanto que tome banho - não esta opção não tem - mas bem que poderia ter)
Fuma - não
Bebe - socialmente
Faz atividade física - às vezes
Estas coisas básicas...

Depois desta lista de perguntas de sim e não e múltiplas escolhas você tem que escolher sua foto para colocar na capa do seu perfil, mas se você quiser ter mais "destaque" e mais alguns benefícios no site deve colocar mais fotos!

Escolha das fotos: coloco fotos que eu to láaaaa no fundo entre o barco e o mar para que ninguém conhecido que possa estar cadastrado não me ache, coloco uma foto minha de perfil que não dê para saber exatamente que sou eu ou admito mesmo que estou neste site e dane-se a opinião alheia?

Acabo colocando na capa aquela entre o mar e o barco e no álbum a de perfil e a outra que todo mundo saca de cara que sou eu.

Cadastro parcialmente finalizado, digo parcialmente porque a lista é enorme e se você quiser fala inclusive sobre seu salário!

Uma das partes piores para mim é quanto as chamadas para os seus candidatos. Você precisa fazer sua propaganda e para isto precisa escrever uma chamada ou uma manchete a respeito. Fui dar uma circulada para ver o que encontrava por lá...melhor abortar esta ideia porque você vai encontrar de trechos da bíblia a frases quase que censuradas no site. É um horror.

Eu preferi ser objetiva: se quiser saber mais pergunte-me!
Ao final você pode fazer uma busca dos perfis compatíveis com o seu.
A partir dai o site de relacionamento se torna um site de comédia você ri sem parar porque não sabe se está rindo de nervoso de estar fazendo isto ou porque as opções compatíveis com você não tem nada, absolutamente nada a ver com você.

E no meio disto tudo você está apta a receber mensagens de qualquer um cadastrado. Mal finalizei meu cadastro e já tinham 15 mensagens na caixa postal. QUINZE!!!!! Ainda nem tinha sido aprovada a foto e tinham QUINZE mensagens e o mais curioso era o conteúdo da mensagem: "Adorei o seu perfil a gente tem tudo a ver" como temos tudo a ver se no meu perfil eu só digo - se quiser saber mais pergunte-me?

Que tudo temos a ver?

Obviamente que no meio de muitos que ali estão tem um ou outro que se salva, mas o pior de tudo mesmo é receber uma mensagem de um dos "moços" e quando abrir a foto descobrir que este "moço" nada mais é que um antigo chefe seu de aproximadamente 30 anos a mais que você que não te reconhece e diz "gatinha, adorei o seu perfil, a gente tem tudo a ver, miau!"

10 de ago de 2011

Cão que late a Déo morde

Eu sei exatamente o que não esperar de um homem
Só que em algum momento o meu cérebro acha ou desconfia que algum determinado "tipo" me serve para alguma coisa...
Por isto eu preciso ensiná-lo que não, que este "tipo" não me serve para nada, mas isto leva tempo é como um adestramento!

Porque não funciona como interruptor; apertou, desligou, apertou, ligou!

Meu cérebro serve muitas vezes para complicar.
Se eu pensasse como um cão seria mais fácil: abanaria meu rabo (sorriria para todo mundo e tudo bem)!!!
Não me importaria com a ausência de caráter deste tipo porque eu teria recursos mínimos de sobrevivência como: água, comida, um espaço para dormir, um pouco de atenção e me sentiria bem.

Nem precisaria ligar no outro dia porque eu não me incomodaria e quando este "tipo" aparecesse abanaria meu rabo novamente! Simples assim!

O problema é que eu nasci em uma raça que ainda se incomoda com a atitude dos outros, sabe? E não sabe se desculpar se bem que perdão neste caso é praticamente ser Madre Tereza de Calcutá é ter que tomar todos os florais de Bah, de Jah, de Alah etc...


E eu não tenho a disposição e nem a habilidade de ser tão evoluída quanto os cães. E por isto eu decidi deixar este "tipo" bem longe de mim porque é também um tipo de cão aquele que se faz de coitado, mas deste tipo de cão que late a Déo morde...

9 de ago de 2011

Eu te garanto...

Eu admiro aquelas pessoas determinadas em querer a gente.
A gente que eu digo sou eu, você e a vizinha gostosona da rua debaixo que seu namorado sempre dá uma olhadela despretensiosa e ainda te diz "nossa, como ela é exagerada né?"

Toda mulher tem um ou mais do que um cara que diz para ela "não vou desistir de você, você vai ver, pode demorar, mas ainda vamos ficar juntos"
Não é no tom de ameaça, é no tom de amor, paixão, certeza dos sentimentos
Então, por mais que você não queira esta pessoa, por mais que você ache que não há absolutamente nada a ver, porque ele ama os assuntos voltados a nanotecnologia e você adore poesia, ou porque ele tem 1,90m e você menos de 1,60m, ou porque ele é tri-atleta e você tem como esporte o alterocopismo, por mais que não seja isto tudo, você pensa "este cara é determinado, acho que vou dar um voto de confiança para ele"

Pronto!

Ele te liga um dia, combina de sair, você aceita, vão ao cinema, depois jantar, ele até tenta chegar mais próximo, mas você acha que não dá para liberar tanto assim...
Ele continua dizendo 1001 motivos para vocês ficarem juntos, que vocês foram feitos um para o outro e que você ainda vai ver como ele vai te fazer feliz, totalmente educado, engraçado, disposto a te ouvir, enfim, pontos positivos, porém sem intenção de nada além de amizade.
Você menciona que quer ir embora e ele fala que o papo está tão bom que gostaria de ficar batendo papo mais um pouco...

Segunda saída - você está sabendo que não vai rolar, que não vai dar certo, porque as diferenças são bem gritantes, porque a química não existe, porque muitas coisas são óbvias e porque não rola, ok???
Ele vai com a intenção de ficar com você e você avisa que se ele quiser ser amigo que seja, mas que mais do que isto, não vai dar.
Ele já não é mais tão atencioso, nem tão agradável, nem tão compreensivo. Já não te faz promessas de que são feitos um para o outro e te deixa em casa no primeiro momento que você diz que precisa ir embora!

Retirado do blog Meu segundo mundo (:

Terceira saída - não há
Toda aquela determinação inicial é conversinha pra te comer querida...se você pensou que realmente era porque ele gostava de você, esqueça...quanto maior a dificuldade, mais rápido ele some da sua vida!



Portanto: NÃO SE ENGANE COM AS GARANTIAS ANTECIPADAS