29 de mai de 2012

Nem todo Deus é realmente Grego...

Você tem uma história curiosa, engraçada, cabeluda?
A seção "Conta pra mim Déo" é feita por você. 
Mande sua história no caiforadeo@gmail.com que eu conto...
Oi Déo, eu sou a Liliane e conheci o seu blog há pouco tempo e já estou adorando, me identifiquei super com ele e quero contar uma das minhas historias pra você.
Trabalho em um escritório contábil há quatro anos, e desde que entrei  tive contato com o “Wesley”, pois eu fazia a documentação da empresa que ele trabalhava. A primeira vez que entrei em contato com ele pedi para falar com o “Wesley Maia” (sim, porque a empresa tinha vários funcionários e eu imaginei que tivesse mais Wesley’s, além dele. Não é um nome muito comum, mas vai saber né?). 
- Oi Wesley Maia, é a Liliane da empresa XYZ.
" - Ah oi Liliane, achei estranho porque só minha mãe me chama de Wesley Maia, achei que ela estivesse brava comigo, risos
- Ahh me desculpe, eu achei te tivesse outro Wesley por ai.
" - Tudo bem. Fique tranquila, só tem eu de Wesley aqui"
E a partir daí surgiu uma super amizade!
Foto retirada do Blog Gigiolino
Era um elogio atrás do outro e olha que nós nem nos conhecíamos. Quando vi a foto dele pela primeira vez, achei ele o próprio Deus grego!  E a partir desse dia meu maior medo era ele me conhecer e não gostar de mim (TODAS nós mulheres temos esse medo quando o cara é “O CARA”), enfim ele vivia me mandando presentinhos simbólicos para minha alegria, chocolate, revistas, etc, tentava me encontrar sempre que podia, mas eu sempre dava um jeito de escapar, fiz isto por um ano, ate que um dia não teve jeito, ele apareceu de surpresa e adivinhem? 
Eu estava horrososa com a roupa mais simples e cabelo mais feio do mundo. Só que não tinha como escapar, pois ele pediu para falar comigo, eu enfrentei a situação na sabedoria que ele nunca mais me bajularia.
Fui ao seu encontro:
- Oi Wesley, prazer eu sou a Liliane. (porque você não avisou que eu ia ao salão na hora do almoço? Óbvio que só pensei e não falei isto)
" - Oi Liliane que prazer conhecê-la pessoalmente depois de tanto tempo!!!"
- Pois é a gente se fala tanto e nunca tivemos a oportunidade. (no pior dos piores dias da minha vida, pior mesmo só de tpm e pijama!!!)
" - Só passei pra pegar uns documentos e infelizmente tenho que ir"
- Tudo bem de qualquer forma foi bom conhecê-lo (ele me detestou, só pode  em menos de 5 minutos, me dispensou).
" - Tchau"
- Tchau.
Continuamos conversando dpois desse dia, mas mulher é fogo né? quando coloca uma coisa na cabeça ninguém tira, tinha certeza que ele não ia querer saber de mim. Passado uns três meses desse episódio ele me mandou uma foto de como havia sido o final de semana dele. Eu respondi muito educada, dizendo que legal, essas coisas que nós fazemos quando queremos conquistar um carinha legal. Rsrs
Um belo dia numa sexta-feira (sexta é dia de ir um arraso para o trabalho, pq sempre saio do trabalho pra um barzinho ou cinema) eu estava me sentindo linda e maravilhosa, ele me manda um email dizendo que precisava retirar uns documentos e como fiquei terminando uns relatórios, respondi dizendo que o expediente já havia encerrado, mas que ele podia mandar o motorista buscar na segunda-feira.
Dez minutos depois toca a campanhia do escritório e quem era?
Ele! Wesley Deus Grego da Silva
Ficamos uma hora conversando sobre tudo, quase um encontro e eu fiquei feliz o final de semana inteiro, só pq ele ficou conversando comigo. Na segunda quando fui ver meus e-mails ele tinha mandado um dizendo que eu estava muito bonita na sexta-feira, e a conversa rolou solta. Resolvemos marcar de sair e eu nem acreditava que ele estava na minha (pausa para um uhuuuuu)
Ele sempre aparecia de surpresa: uma vez fomos correr, outra ele apareceu de surpresa no meu curso de inglês, mais ai eu já estava esperta né? 
Não saia mais de casa sem o kit emergência: maquiagem, cabelo impecável, esmalte da cor que eu pintei no final de semana anterior, roupas e sapatos perfeitos, então não me preocupava mais com isto. 
Eram mensagens de bom dia, boa tarde, boa noite, bom almoço, bom trabalho, bom estudo, estou pensando em você, horas no telefone, etc.
Até que um belo dia no quarto encontro ele resolveu me fazer uma pergunta.
" - Liliane, posso te fazer uma pergunta?"
- Pode sim Wesley, qual é?
" - Por que vc ainda não beijou a minha boca?"
P-A-R-A tudo! A gente ainda não tinha se beijado apesar do interesse, mas o que eu ia responder? Meu coração foi parar na boca e voltou e ai eu respondi:
- Porque é você que tem que me beijar Wesley!
A resposta dele foi óbvia: o beijo com gosto de algodão doce. Fiquei com cara de boba o resto da semana depois do nosso amasso. Começamos a sair sempre e ele além de ser lindo e maravilhoso era um cavalheiro, abria a porta do carro, pagava a conta do restaurante, fazia surpresas, me ligava pra ver se cheguei bem casa, ficava esperando no carro até eu estar segura na minha casa, entre outras coisas...
Já imaginava meu nome com o sobrenome dele “ Liliane da Silva Maia”.
De repente para minha surpresa um dia ele não mandou e-mail e no outro dia quando mandou, foi apenas falando sobre o trabalho. Eu não demonstrei sofrimento, (apesar de estar sofrendo) e não liguei pra saber o que estava acontecendo. Sumilo total, mas passado duas semanas ele me convidou para sair como se estivesse tudo bem e eu (não conseguia dizer não pra ele) aceitei.
A partir daí não tinham mais o mesmo gosto, as surpresas não me eram mais tããããão surpreendentes assim e nossas saídas foram diminuindo com o tempo. Até que depois de uns meses sem nos ver ele altera o facebook “Wesley Maia está num relacionamento sério com Maria Joaquina Mendonça”
Hoje ele está na Austrália e a Maria Joaquina Mendonça acabou de ir pra lá visitá-lo.
E eu percebi que ele não era tão príncipe assim, nem tão cavalheiro assim, e o pior: reparei que quando eles fizeram aniversario de namoro, ele ainda estava saindo comigo.
“Cai fora Lilianedora”
Foto retirada do Blog EFT
Menina que situação...sumiço do nada, reaparecendo depois de semanas como se nada tivesse acontecido e por fim em relacionamento sério no face. Impressionante como a gente descobre as piores coisas pelo face, não é mesmo? Quer saber? Adorei a história, principalmente porque ele não mora mais aqui e que você descobriu a zona toda antes de dar uma meleca maior, já pensou ele levando a vida com você e ela?
Você caiu fora em tempo, fico pensando na minha parente, a Maria Joaquina Mendonça...rssss

23 de mai de 2012

A Eva só mordeu a maçã, Steve Jobs é quem fez ela acabar com relacionamentos

Conheci ele no interior de SP.
Moreno de sol, mais novo que eu (poucos anos que prefiro nem comentar)

A princípio era só oba-oba, festa de Carnaval sabe?

Ninguém é de ninguém, mas todo mundo quer alguém, mesmo que seja na época do ano em que tudo é festa...

No primeiro dia de farra ficamos, no segundo nos perdemos no meio da muvuca e fiquei sabendo depois que ele tinha ficado com outra menina.

É Carnaval, época de festa então deixei pra lá...

Como estávamos na mesma pousada e a turma era grande, acabamos andando juntos todos os dias...mas sem beijos e abraços, mesmo porque ele arrumou um “agarradinho” lá.
Imagem retirada do Blog Lancomebrasil

A menina que ficou com ele um dia depois de mim não desgrudava dele por nada neste mundo. Parecia realmente aqueles “agarradinhos” que eu tinha quando criança, tá vocês já sabem a minha idade então nem adianta falar “aff você é velha Déo”

Como ela andava grudada nele o tempo todo, ele só conseguia falar comigo a hora que ela ia tomar banho...e foi numa destas que trocamos telefones, faces, msn´s, etc...

Seu nome: Leandro!
Ficamos sem nos ver por um tempo porque ele mora em Maresias, então a logística atrapalhava um pouco.

Um belo dia a turma que se conheceu lá em Caconde decidiu fazer uma festa de reencontro. Local: um sítio em Mairinque, pertinho de SP. Ôpaaa to dentro, eu vou! Não quero nem saber quem está lá, eu vou!
A galera toda foi, mas justamente a menina a tira colo não foi, motivo desconhecido, pelo menos por mim.

Claro que me encontrei com ele e o que era festa de Carnaval virou romance sobe serra, montanha, morro, cachoeira etc...ele foi um verdadeiro cavalheiro o tempo todo, não me deixava fazer nada!!!!!! Me tratava como rainha. Era Lê pra cá, Lê pra lá...até chegar no “lererê”

O final de semana acabou e eu pensei, agora lá vou eu entrar naquela ansiedade louca de esperar o sujeito aparecer!

Nem precisei passar por isto, porque ele mesmo começou a mandar torpedos todos os dias para mim...dizendo que estava com saudade, que não via a hora de nos encontrarmos novamente, que lembrava do meu perfume, do que conversamos e que queria me ver assim que desse.
Retirado do Blog Mar de Histórias


Resultado: todos os finais de semana que vieram a seguir ele veio para SP me ver.

Se ele não chegava na manhã do sábado, chegava a noite com flores, bombons, cartões divertidos (adoro homem com bom humor) e tal.

Ou seja, minhas buscas finalmente tinham acabado!

Encontrei o “lererê” da minha vida!

Eu não podia me queixar, porque embora ele demorasse para responder torpedos, quando respondia era sempre um verdadeiro gentleman!

Chegou mais um evento da turma e óbvio que eu já estaria lá...antes mesmo de fecharem onde ia ser.

Ele confirmou presença somente depois que eu falei para ele que realmente ia. 

" Déo, só vou se você for, não tem graça sem você"
Foi na mesma chácara, tudo igualzinho, mas combinamos de no final da bagunça quando todos já estivessem “bebinhos” irmos para um lugar mais “aconchegante” tomar o vinho perfeito (até mais que perfeito) e passar o resto do final de semana lá!
Mais ou menos meia-noite quando as pessoas não iam nem perceber a nossa ausência fugimos para um hotelzinho maravilhoso ali perto. Tudo bonito, cheiroso, limpo, com cara de romance...a noite foi maravilhosa!
Maravilhosa até o celular dele ficar fazendo um barulho chato e eu ter que desligá-lo porque o Leandro estava capotado.
Fiquei numa dúvida cruel: estou com a faca e o queijo na mão mexo ou não mexo no celular dele?
Tudo bem que ele estava todo fofo, todo "meu amor" mas era uma oportunidade única, o que vocês fariam?
Bom, eu fui lá fuçar, achei que era melhor em um mês do que depois de anos juntos...
Dei de cara com a primeira mensagem:
" Adorei a nossa sexta-feira, quero de novo. Bj Ju"
Já estava na chuva, então comecei a vasculhar todo o resto, se eu pudesse vasculhava a alma do sujeito, mas esta Steve Jobs não descobriu o jeito...
Encontrei mais esta pérola 
" Lê, você realmente me convenceu, fechado passar a semana que vem na praia com você! Bjinho Bel"
E para fechar mais esta
" Vamos nos encontrar no nosso cantinho daqui dez minutos????"

Para não ler absolutamente mais nada, joguei o celular no chão, aquilo estava parecendo mais macumba mal feita que celular...
Não devia ter feito isto queridas leitoras? Talvez não, mas e ai?
Até quando o sujeito ia ficar me enganando?
Por quanto tempo ficaria encantada com o falso príncipe?
Só sei que eu não sabia se me arrumava e sumia de lá, se acordava o meliante e falava poucas e boas ou se esperava o bebê acordar.
Não tive muito tempo para pensar e ele acordou! 
" - Déo, você realmente é demais...é tão bom quando estou com você!!!" 
- Ahammm
" - O que você acha da gente passar o final de semana que vem na praia, só eu e você?"
- Só se a Ju, a Bel e a moça do cantinho forem junto..
Só de lembrar me dá ânsia, mas primeiro o sujeito veio se queixar que eu invadi a privacidade dele, depois disse que se eu não tivesse feito isto, estaríamos bem e por fim, quando não tinha mais o que ele dizer admitiu estar saindo com as três ao mesmo tempo...e que cada uma morava num canto diferente e ele marcava com cada uma num dia específico (das que moravam em Maresias) como eu moro em SP ele dizia a elas que tinha que ver a avó em SP...
Fiz ele me levar de volta pra casa, ele me pedindo desculpas de Mairinque até SP, eu dizendo "aham" de lá até a minha casa.
Como se não fosse suficiente ele ainda me diz:
- " Olha Déo eu sei que a partir de agora você não vai mais querer saber de mim e vai me deletar do twitter, me bloquear do msn e do face. Não era o que eu queria, mas vou entender"
Genteeeeeeee, o sujeito está saindo comigo e com mais 2 por um mês e a preocupação dele é que eu vou tirar ele das redes sociais???? 
Perai, as relações estão tão virtuais que o pedido de desculpas não é da traição e sim do medo de ser bloqueado?


Preferia quando o problema era a Eva morder a maçã e não quando a maçã hightech surgiu no mundo...

14 de mai de 2012

Beliscos aos seus pés!

Deodorenses queridas, o papo é com vocês...

Andam desanimadas com seus beliscos?
Eles tem anotado seu número de celular e não te ligam?
Dizem que te adoram e somem?

Eu arranjei a solução para resolver o problema de vocês...

Eles vão cair aos seus pés!!!!!! E sabe por que?

Porque vocês vão ganhar um par de rasteirinha linda!!!!

Pois é, para estreiar o cantinho de promoções da Déo, entrei em parceria com a Vivenza Acessórios!!

Querem saber mais sob a promoção? 

Então acessem Beliscos aos seus pés

E vejam as regras para participar da promoção e acreditem em mim!!

Participem e boa sorte!!!


8 de mai de 2012

Relacionamento iô-iô

Você tem uma história curiosa, engraçada, cabeluda?
A seção "Conta pra mim Déo" é feita por você 
Mande sua história no caiforadeo@gmail.com que eu conto...
Hoje a história é da Amanda

Déo do céu!!! 

Sabe aqueles "rolos" iô-iô?? Pior que namoro mal resolvido?? Entrei num desses a alguns anos atrás!!!

O moço era um terror!! Sumia, aparecia, se teletransportava, depois ligava! Um sofrimento!!!
Morava em outra cidade e eu chorava horrores por ele!!rs
Um dia nos reencontramos numa festa depois de meses sumido, aí já viu né?! Eu até estava ficando com outro moço, mas ele rodeava, e mandava mensagem...
Esnobei um pouquinho pra cá, esnobei um pouquinho pra lá, e cai na rede!!!
Foi aquela coisa linda do reencontro, "tava com saudade de você!", "fiquei com ciúmes de te ver com aquele cara", e pra fechar com chave de ouro "vamos começar de novo, do começo"!!! o.O
Pronto, me senti a primeira dama!!!
Retirado do blog Pedagogia Reinventada
Lá vou sonhando com o namoro que eu tanto queria!

Ele voltou pra cidade dele (não sem antes passar em casa se despedir, olha que amor, pensei, agora vai) 
E o que aconteceu?? o que aconteceu?? 
Ele SUMIU!!!

Mandei mensagenzinha carinhosa, recado no msn... até que no ápice do meu desespero 
(sim, eu me desesperava profundamente) liguei pra ele! 
Na primeira ligação nada de atender, no outro dia me atendeu meio seco, dizendo que não ia poder vir me ver no final de semana e nem se importando em dar uma desculpa!!!

Achei muito estranho porque eu estava sabendo que tinha uma festa enorme perto da cidade dele e pensei: "iiiiih nesse caroço tem angu!!".
Fervi Déo!!! Parecia uma panela de pressão pronta pra arrebentar a cozinha toda!!!!! E decidi me vingar!! 

Querida Déo, o que a gente não faz por uma boa vingança?
Chacoalhei em um ônibus uma madrugada toda por mais de 300 km com um amigo pra ir pra festa!!
Chegando lá no meio de sei lá quantas mil pessoas (porque a festa era enorme!!!), eu encontrei com ele.

Você acredita que eu estava indo pro banheiro com esse meu amigo e dou de cara com ele em uma rodinha?
E o safado com uma moça do lado!!!! 
Eu não pensei duas vezes! 
Dei a volta na rodinha, dei uma batidinha nas costas dele e quando virou mandei um beijinho, uma piscadinha, um tchauzinho, virei as costas e FUI EMBORA!!!! 

Mas fui embora rebolando mais que a Carla Perez na época do Tchan!!!

Déo, a cara de surpreso dele era tão grande, que meu amigo que estava atrás de mim identificou o palhaço na hora...


Não vi mais ele o resto da noite (noite e dia, porque fui embora da festa ao meio dia!!! =D) e também nem procurei tentar encontrar ele!

Fui embora da festa cansada, feliz e de alma completamente lavada!!!

O duro foi aguentar ele no outro dia (é, porque aí ele apareceu no msn!!rsrs) bravíssimo por eu ter ido na festa e não ter falado pra ele.
E sabe qual minha resposta pra ele Déo? 

Cai fora Mané, você me viu lá porque também estava lá! Portanto, fim de papo!!

É cada uma que me aparece Déo!
Beijos!!!

Amanda, sabe o que eu acho? Que ao invés de mandar um beijinho pra ele você devia ter dado um beijão na boca dele. Quem ele pensa que é? 
Com certeza ele não apareceria mais no MSN, ele iria pessoalmente na sua casa no dia seguinte!

Bjs da Déo

3 de mai de 2012

Tudo de novo

Acho que todo mundo já teve alguém que te tirou do controle da situação...

Da última vez a história foi um belisco antigo. 
Aquele cara que a gente não entende nem porque gostou e nem porque ainda sente tremores quando pensa nele.

Decidi que precisava encontrá-lo para exorcizá-lo! 
Tirar qualquer pensamento que eu pudesse ter dele, mas para isto precisava vê-lo e este era o problema, era pensar em ver que vinham os sintomas...

Sensação de boca seca, mãos trêmulas e congeladas, dor de barriga, falta de fome (que quando acontece para mim é um dos melhores sintomas rs), sensação de estar sendo uma completa pateta (e está mesmo) e não conseguir formar uma frase se quer com sentido!

Mas como eu tinha decidido resolver a questão eu marquei o encontro.

No caminho para o lugar (que eu não sabia chegar) minha respiração estava mais que ofegante, meu coração disparado, minhas mãos geladas e ninguém, absolutamente ninguém para eu ligar para falar.
Imagem extraida do Blog Como ganhar mais


Fui na cara e na coragem!!!!
Depois de anos encontrar a pessoa que te tirou do ar no passado é algo bem tenso. Assim que vi ele pensei: quem mandou eu vir aqui? agora to ferrada, foi tudo por água abaixo, eu não vou conseguir dizer nem oi para ele quanto mais uma frase completa. Além do que ele fez questão absoluta de me apresentar para todos os amigos e amigas dele como se a gente nunca tivesse se separado, com direito a dizer 
- " Déo, lembra da minha amiga artista plástica que eu falava? Então é ela!" e eu pensava - ele nunca apresentou nem a sua família, como pode dizer se eu lembro desta amiga dele? 
- " Déo e da Pri, lembra da Pri?" - Priiii? Eu só conheço o piriri...

Ficamos conversando com os amigos e amigas dele por horas...eu conversei mais com o primo gay dele e com a irmã do melhor amigo dele que por sinal era a mais isolada do grupo. 

Depois que todo mundo foi embora e sobrou só eu e ele, a dor de barriga voltou. Mão gelada, boca seca, suando frio...

- "Poxa Déo, eu nem acredito que depois de tanto tempo a gente se reencontrou"
- Nem...........................................eu (demorou para sair esta frase)
      - pausa para ir ao banheiro - sim, fui ao banheiro na hora que eu estava com ele e agora ao lembrar

Conversamos sobre assuntos globais, pois não quis comentar nada sobre passado, só quis viver o presente, claro, depois que o piriri diminuiu.

A noite foi perfeita! Sem detalhes, mas perfeita!
Tudo aconteceu da forma que eu imaginei, aliás melhor do que imaginei, mas quando a gente volta a realidade a gente pergunta: será que valeu a pena reviver algo que a gente esperou tanto para reviver? Será que as coisas podem ser diferentes do que elas foram?

Eu não tenho resposta para estas perguntas, mas se tivesse chance faria tudo de novo e de novo, de novo, de novo...