12 de jun de 2012

Dia não definido

Vocês estão esperando algum texto meu do dia dos namorados por conta da data?

Sou contra datas definidas para alguma coisa: dia dos pais, das mães, das crianças, da sogra, do avô, da avó, da páscoa, da árvore, do índio, enfim, não curto muito as datas pré-definidas!

Amo meus pais, meus avós, meus tios, tias, crianças da família etc...em qualquer dia do ano. Eles estando entre nós ou já tendo partido. 
Acho que os aniversários também não deveriam ser comemorados em suas datas. Eu só ganho presente no meu aniversário. Não ganho dengo fora desta data...cade o inesperado?

As mulheres em status "namorando" podem pensar: "Ai Déo, como você é descrente e carente", as "solteiras" podem até concordar, mas isto realmente é o que eu penso. Os homens? Não sei o que pensam sobre esta data, até gostaria que eles comentassem sobre isto.

Se sou romântica?
Sou. Adoro surpresa, adoro o inesperado, adoro o que me pega completamente desprevenida! 
Imagem retirada do blog UP - Universo Praia

Sou mega criativa, tenho ideias a rodo para ultilizar, independente se são namorados, amigos, irmãos. 
Acho que a grande data especial é aquela que a gente faz ser especial.
Não é um dia único no calendário que vai mudar seu comportamento em relação ao seu pai, a sua mãe, ao seu namorado ou qualquer outra pessoa é a construção no dia-a-dia.

Agora, para aquelas pessoas que ficam tristes em não ter alguém para esta data, aproveitem para dar um presentão para a pessoa mais importante da sua vida: você mesmo!  

Aproveite e seja feliz!

Reações:

7 comentários:

Deo, até que eu gosto das datas comemorativas. Adoro comemorar aniversário e receber muitos presentes em um só dia!

Mas tudo isso com certeza não descarta a possibilidade de fazer um dia qualquer ser um dia ainda mais especial que uma data pré-programada no calendário. É até mais gostoso de se viver quando não se espera por algo... um presente, um jantar, flores...

Maaaassss isso não faz eu desgostar das datas comemorativas.

Beijos!

Mari.

Eu concordo com a Mari.

Eu adoro datas comemorativas.

Mas é claro que um presente inesperado tem seu (grande) valor... Até por conta do efeito surpresa. Quando não se espera, é mais gostoso!

Beijos.

Homem com H: você poderia ter razão no seu comentário...
Qual seu e-mail? Você nunca se identifica, gostaria que você se identificasse para trocarmos algumas palavras, quem sabe te ajudaria a deixar esta raiva tão grande que tem dentro de você com as mulheres.
Alguma pode ter feito muito mal a você, mas garanto que existam muitas outras dispostas a te fazer feliz!!! :)
Eu acredito nisto!

E respondendo seu comentário, hoje estou solteira, mas já tive relacionamentos muito bons e já passei dia dos namorados acompanhada de alguém, mas pensávamos da mesma forma, não é esta data e sim a construção do conjunto...trocávamos surpresas em datas inesperadas e tenho que confessar que eram muito excitantes!

Mari
Curta todas as datas sempre com esta alegria e entusiasmo que demonstra em seus comentários!

Bjs da Déo

Déo,

Concordo contigo e sempre fiz disso um lema ou estilo meu! Dias comerciais servem pro comércio, não pro que sinto! Tudo bem que se a outra pessoa quer, curte ou algo assim, não nos custa nada fazer as vontades e deixar de ranzinzar pelos cantos! Afinal, trata-se da outra metade...

Todo dia é dia, toda hora é hora e criar normas ou horários certos pra se demonstrar sentimentos, vontades ou desejos, não é pra mim! Vivo todos os dias pensando, querendo fazendo, correndo atrás!

E já tava na hora de alguém escrever assim, ainda mais uma mulher como você! Adorei!



Beijooooooooooo!
Undívago - The Rocket Man...

Bom...

Diante de alguma forma de tentar melhorar meu entendimento nas mulheres (algo que realmente é impossível e a busca por mais entendimento apenas causa mais confusão) acabei caindo aqui no seu blog e li muitos post dele hoje... mas nesse aqui, apenas como opiniao masculina vou deixar a minha.

Minha opinião é até parecida com a sua, nada melhor do que surpresas, fazer algo pela pessoa sem ser nenhuma data especial, simplesmente pelo fato de: Você gostar da pessoa e querer agradá-la, (isso é praticamente a cereja do bolo) mas acho que há uma importância tambem nas datas comemorativas, por mais que a mulher diga que nao liga, que nao espera nada, que dia dos namorados é apenas uma data comercial... eu acho que deve ser levado em consideracao e deve ser feito algo diferente, nao que fique apenas para essas datas, como falado o importante é a surpresa, fazer algo que nao se espera... porque a partir dai a pessoa saberá que é realmente algo de coração e não por "mera obrigação" com uma data estipulada.

Bom, está ai uma opinião masculina.

Do mais, feliz dia todos dias!!!

Oi Marcelo!
Tudo bom?

Seja bem vindo!
Entendo seu ponto de vista também...talvez eu tenha sido radical. É que para mim a data passa isto "tenho que comprar um presente para meu/minha namorado(a)" é o que eu mais ouço...

E perdeu a graça destas datas serem as datas para os presentes...

Venha sempre, adorei

Bjs da Déo

Nem a montanha nem a Maomé. Tem que se haver um equilíbrio nesta brincadeira. Pois senão, as pessoas que não curtem datas comerciais "pela obrigação" acaba "se obrigando" a ser diferente em datas nada a ver. Não existem regras, mas sim vontades. Se tem vontade de dar um presente a pessoa amada em uma sexta feira 13, que faça. Se tem vontade de fazer algo no dia dos namorados, no dia da árvore, no dia de Natal, no dia da andorinha africana, que faça!

Não importa a data, apenas faça o que se tenha vontade! Independente se é comercial ou não, a pessoa amada adorará ser presenteada!

Anônimos beijos.