29 de nov de 2012

Se acha...inch inch!

Você tem alguma história divertida, diferente ou curiosa?
Mande sua história para mim no caiforadeo@gmail.com que eu conto!! Esta é a história da Ana Laura...que sempre nos manda histórias engraçadas!!!

Como prometido estou aproveitando um tempinho livre pra contar mais uma história pra vocês. Essa aconteceu no finalzinho do ano passado no aniversário da minha amiga Izadora. 
Apenas um bolinho mesmo, só para os pais e amigos muito chegados. Ela tinha um "penhasco" por um carinha da faculdade e eu no papel de uma das melhores amigas resolvi fazer uma surpresinha e convidar seu futuro "belisco". No dia ele levou mais dois amigos uma noite muito bacana e sossegada.
No finalzinho, começou a "sessão flerte". 
Sabe aquelas pessoas que se acham O CÚPIDO e quer porque quer arranjar nossa alma gêmea em 10 minutos? Pois é. E Foi aí que começaram a me empurrar nos braços de um dos amigos do belisco da Izadora. O Caio.
Eu fiquei super sem graça, mas como ja tinha uma certa intimidade com todos que estavam lá, nem me importei. Na verdade fiquei com mais vergonha pelo Caio, do que por mim mesma. Não aconteceu nada entre nós. Então, o outro amigo, o Octávio, começou a jogar sua rede pra cima de "moá". 
Detalhe Déo, ele estava pra lá de Bagdá de tãooooo bebado. 
E ainda bem que levo comigo o que a vida e você me ensinaram uma lição muito valiosa, que é: NÃO DISCUTA COM BÊBADO. Eu realmente estava super sossegada. Queria mesmo só aproveitar o aniversário da minha amiga. Sem segundas intenções. Deixei pra lá e não fiquei com ninguém. 

Passados alguns dias a Iza me mostra uma mensagem em que o belisco disse que o Octávio estava LOUCO por mim. Fiquei neutra Déo. Claro que felizinha por possivelmente ter um novo belísco, só que eu não me encantei por ele sabe? Porque ele é o tipo de cara que se passasse por mim na balada eu nem iria perceber.
O que eu não sabia era que Izadora e Octávio estavam acomunados, e pior eu era a vítima.
Fui pra casa dela como sempre fazia e percebi que ela estava de segredinhos com alguém no msn e não deixava eu ver quem era esse alguém de jeito nenhum! Até que uma hora ela berra: O OCTÁVIO ESTÁ VINDO TE VER.


Deodoraaaaa do céu! Eu não sei que raios ele fez pra chegar em 5 minutos, mas pensei, como estou na casa da Iza a gente não vai ficar sozinho, então a situação está sob controle.
Mas não, minha mega amiga Iza resolve sair com outra amiga nossa para me deixar sozinha com ele na casa dela...sente o drama.


Óbvio que não rolou nada, porque ele estava com vergonha e eu mais ainda. Ficamos conversando sobre "facebook" e na hora dele ir embora, nos abraçamos - um abraço muito apertado e quentinho, diga-se de passagem - beijinho no rosto e só.
Na semana seguinte encontro Octávio na balada e sabe ne Déo nesta altura do campeonato eu já estava vendo ele com outros olhos. 
De longe só dei um clássico sorriso de "OI" pra não ficar nenhum clima chato entre a gente, agora para ele meu sorriso foi a brecha que ele precisava. Chegou chegando, mas com o copo na mão. Eu não ligo que o cara beba, eu também gosto de beber um pouquinho, mas meninos se a intenção é ficar com alguém não apareça em coma alcoólico para tentar conversar!
Mesmo assim, depois de um tempinho e muitas gotas de bebida na minha cara, acabamos ficando e ele não me largou mais a noite inteira! No dia seguinte até a Iza que não tinha ido, ja sabia da história tim tim por tim tim. 
Não combinamos de sair nem nada, mas trocamos msn, face e nos falavamos uma vez ou outra.
Nos reencontramos na véspera do meu aniversário. No mesmo banco e na mesma praça. O BAR. Eu achei estranho ele estar lá de novo. O ambiente não é muito a cara dele, mas depois eu descobri que foram minhas amigas que o chamaram. Ele veio me comprimentar e acabamos ficando a noite inteira (de novo).
Pensei: Bom, se ele foi na véspera, amanhã que é o dia propriamente dito ele também irá. 
E ele não foi!!!!!!!!!!!! Aaaaaa como assim?????
Liguei, mandei mensagem, falei com amigos, até no msn eu entrei pra ver se ele tava on. Mas nada! Eu não estava apaixonadinha, mas poxa Déo... Do jeito que ele falava pra mim e pros amigos, que tinha me curtido achei que pelo menos rolaria um FELIZ ANIVERSÁRIO pessoalmente, um "parabéns" no facebook né?!

Imagem retirada do blog Charge do Diemer.com

Dei uma sumida porque a ficha caiu que o cara me procurava só em balada sabe? 
Não tinha a iniciativa de chamar para conversar comigo sóbrio. Aff. Sem comentários. 

Depois, ele ligou pra Iza, tentando fazer o papel de bonzinho e pedindo desculpas (para ela) e explicando que estava em outra cidade, mas que faria o que eu quisesse pra eu desculpá-lo. (obs. NÃO FEZ NADA). 
Quando nos reencontramos e dessa vez por acaso mesmo, ele veio falar comigo. Pedindo novamente desculpa e tudo o que já tinha dito pra Iza. Que queria conversar comigo, para eu não achar que ele me procurava só quando estava bêbado e que gostava de mim blá blá blá. Só que assim Déo, ele já foi falando e me agarrando sabe?! 
Daí eu já dei um sai pra lá e como vingancinha ele fez a típica cena de cara "mau" e beijou uma mulher mais velha que eu para eu ficar com ciúmes. Nada contra as mais velhas, mas ela era bem mais velha que eu e ele. Acho que se somassem as nossas idades daria a idade dela...

No dia seguinte ele me esculachou pra Iza dizendo que eu era muito grudenta e autoritária e que estava muito “apegada” a ele e que como bom moço ele não queria me fazer sofrer porque em breve ele se mudaria para o nordeste e eu ficaria aqui...e que ele estava cansado de mim...
¬¬

Até pensei em tirar satisfação com ele, mas não era preciso...

A última vez que nos vimos eu dei um sorriso no canto na boca só  por educação, ele veio me cumprimentar e segundo minhas amigas ele não tirava o olho de mim a noite inteiraaaa. E só para vocês saberem ele voltou e já terminou de novo com a ex, não mudou de cidade e fica perguntando pra Izadora quando eu vou  "aparecer". 
Aparecer??? Só se for em rótulo de pinga para ele...porque ai sim ele vai me amar!

Beijo meninas, Beijo Déo.

Ana Laura, você estava indo tãooo bem, achou interessante não discutir com bêbado, reparou em tudo, mas escorregou ao decidir conversar com ele e dar uma chance para a carência...quer saber? 
Você é uma mulher de sorte!!! Já pensou este homem saindo com você? Você ia perder para a cachaça, para a cerveja, a vodca, o uisque...você tem é que "cantar para subir" este tipo de belisco é belisco encosto...só resolve com reza brava!!!!

Obrigada por sempre contar suas histórias aqui!
Bjs da Déo


Reações:

3 comentários:

Déo,

Sempre um prazer estar aqui e ler teus escrevinhados mesmo que dos colaboradores...

Essa é uma parada que eu vejo sempre aqui no Rio, nas quebradas. O bebum chato que não quer nada com nada senão pentelhar nessas horas. Fora isso, os caras não se garantem. São uma desonra pra classe!

Perdoai-vos, eles não sabem o que fazem! =)



Beijão!
Undívago - The Rocket Man...

Quem nunca teve um "belisco" encosto, só serve para criar expectativas e dar dor de cabeça. Acho que vou fazer igual você disse Deo "cantar para subir".

Undivago, obrigada por sempre estar aqui! =)

Garota invisível só cantando pra subir mesmo senão ficamos parecendo poste...todo mundo querendo se encostar!!!!

Bjs da Déo