10 de ago de 2012

Amigos, amigos, primos a parte...


Você tem alguma história para contar?
Este espaço é seu, mande sua história no caiforadeo@gmail.com que eu conto

Hoje eu vou contar a história da Vanda...
Oi Deo, descobri seu espaço a pouco a tempo e gostei muito do que vi por aqui. Então resolvi contar uma coisa que aconteceu comigo e caramba me deu uma bruta chacoalhada.
Há algum tempo atrás depois de um dia longo e cansativo, tive a surpresa de encontrar alguns visitantes que iriam dormir em casa, dentre eles um primo que eu não via há anos e que de um garotinho passou a um rapaz enorme de 1.90 e pouco. Foi um pouco esquisito já que nem éramos assim tao chegados na infância, mas ele não saia do meu lado.
Estranhei e comentei com meu amigo que me olhou com aquele olhar maldoso e um sorriso irônico e disse que eu sabia muito bem o que o garoto queria. Eu estava bem exausta e o dia frio contribuiu para que eu não me importasse de dividir a cama com esse meu amigo, mas meu primo pediu pra dormir conosco já que minha cama de casal daria para os três dormirem, além do que era a única com a parte de baixo livre para seus pés escapulirem.
Tudo bem nada demais, afinal primo é primo, meu amigo é gay e eu estava muito grogue pra acontecer alguma coisa.
Só que aquela coisa chamada ironia do destino resolveu dar as caras, lá estava eu no meio dos dois, frio pra caramba, acabei deitando a cabeça no peito do meu primo que começou a brincar com meus cabelos, me deu um beijinho na testa, meu coração acelerou o dele também e aí pronto nós ficamos, meu amigo acordou e deu corta clima básico.
Juramos que ninguém ia saber e pronto.
No outro dia ele foi super fofo, mas eu fiquei mais distante afinal ninguém podia saber de nada.

Percebendo a deixa ele se afastou conversamos um pouco e conheci algumas qualidades dele que me deixaram surpresa: a sensibilidade, as crenças, o jeito com a música. Só que ninguém jamais poderia sonhar que tínhamos qualquer coisa ele só tinha 16 anos e eu 20, mas a noite lá estava ele na minha cama, sozinhos agora ficamos mais um pouquinho. No outro dia eu sai com um amigo pra ver um filme e quando voltei ficamos de novo e eu claro sempre  me afastando. Isso aconteceu num feriado prolongado então segunda ele foi embora e beleza não nos falamos.
No fim de semana seguinte eu tinha um festa pra ir no sábado e no domingo lá estava ele, falei que não dava pra rolar mais nada entre nós que eu ia começar a faculdade e ele ainda no colégio e que não teríamos nem assunto e teríamos que enfrentar a barra da família com um namoro, rolo, qualquer coisa, que eu estivera carente, ele também e tivemos vontade foi só isso.
Ele não disse nada - só olhou deu um sorriso decepcionado levantou e saiu.
Depois disso só nos encontramos em reuniões de família, mas ele se mantinha distante.

Passado anos, estavam uns cinco ou seis primos reunidos para nos despedir dele que estava se mudando, e nas conversas surgiu o assunto amor...ele não teve a menor dúvida e disse:
"Eu só amei de verdade uma vez. Eu a vi, passamos algum tempo juntos, depois parti. Meus pensamentos ficaram confusos porque de uma hora para outra parecia que só o que importava era ela. Parecia que eu gostava mais dela do que ela de mim, mas sinceramente eu não ligava.
E a cada dia que eu passava longe dela o mundo parecia perder a cor até se tornar tudo em preto e branco, porque ela admitiu que não me amava.
Levou um tempo pra parar de doer e eu poder pensar de novo sobre o assunto e quando pude eu não estava bravo com ela, eu queria que ela fosse feliz porque parecia que o sorriso dela mesmo que para outro me faria bem. E então fiquei bravo comigo mesmo por ser incapaz de odiá-la. Levou muito tempo pra ferida fechar e restar uma cicatriz que faz parte de mim, de quem eu sou. Nunca mais senti isso por mais ninguém e não sei se vou sentir, mas aconteça o que acontecer esse foi o grande amor da minha da vida, ainda bem que já passou."
Ficou aquele silêncio até um outro primo zoar com ele por ser romântico assim tão novo e o jantar seguiu. No fim do jantar eu fui lavar a louça e ele apareceu e disse:
"Foi você o grande amor da minha vida"
E foi embora sem mais nenhuma palavra enquanto eu estava paralisada com um prato na mão. E eu aqui agora pensando e se eu tivesse dado uma chance?estava sozinha na época continuo sozinha agora, será que eu teria me apaixonado?
Ele se tornou um homem que tem tudo que eu sempre quis mas eu preferi não comprar essa briga e nem tenho certeza se me arrependo disso... puxa vida quantos caras sensíveis, gentis, carinhosos, cavalheiros estão dando sopa por aí?
Será que minha cara metade está mesmo em algum lugar por ai ou eu fui incapaz de reconhecê-la quando deveria?
E se eu me arrepender será que já não é tarde?
Estou confusa demais da conta. E agora?



Querida Vanda, a vida tem destas com a gente. E sempre que aparece um príncipe encantado, temos dúvidas porque achamos que é demais para a gente.
Porém tem vezes que a gente se engana porque a carência fala mais alto e perdemos totalmente a noção do que sentimos.
Na verdade siga seu coração, mas não se esqueça que existem inúmeras pessoas que possuem este perfil que você descreveu, apenas pode ser que você não tenha conhecido.
Bjs da Déo e boa sorte!

Reações:

9 comentários:

Com todo o respeito, já que sempre leio este espaço - nunca postei nada - mas esta foi uma das piores histórias contadas. Principalmente o começo confuso. Onde estavam? Que lugar era?

Não gostei.

Leo

As vezes escultamos a razão e nem ouvimos o coração falar... Passei por isso, um amor impossível, mais resolvi escultar o coração, comprei muita briga, chorei muito, larguei tudo, troquei de cidade para viver esse amor.
Vivo esse amor a quase cinco anos, três de namoro,e um ano e oito meses de casada, e é um amor que só cresce a cada dia mais. Temos que pagar pra ver, o que não da é ficar na duvida, e se lamentar a vida toda.
Deooo não perco um poste seu!

Este comentário foi removido pelo autor.

Leo, que bom que se manifestou, gostaria de te ler mais vezes...quem sabe na próxima é para contar uma história sua? =)

Danielle, a gente tem que acreditar, sempre! A direção que ele nos leva, muitas vezes é a voz do coração. Que seu amor só aumente cada vez mais!

Bjs da Déo

Leo, que bom que se manifestou, gostaria de te ler mais vezes...quem sabe na próxima é para contar uma história sua? =)

Danielle, a gente tem que acreditar, sempre! A direção que ele nos leva, muitas vezes é a voz do coração. Que seu amor só aumente cada vez mais!

Bjs da Déo

Déo,

Nunca tive maiores envolvimentos com primas, nada que passasse de brincadeiras de médico ou beijos roubados com mãos bobas! kkkkk

Mas pessoas que deixaram marcas depois de terem partido, algumas! Inclusive um possível grande amor que perdi pra vida.

Mas como disseste, saber "ver" o momento, a pessoa, sem interferências do coração ou da situação, é quase uma arte.

Mas sou partidário da causa: "Se não foi, não era pra ser (naquele momento)"...



Beijão! Adoro te ler!
Undívago - The Rocket Man...

Sinceramente, deu uma decaida no blog. Principalmente as últimas histórias. Não que elas sejam ruins, mas da forma que estão sendo publicadas estão confusas, não se sabe onde começa a história, onde termina a narração sua e como disse: esta última, o começo está pra lá de confuso.

Bom, é apenas uma critica construtiva.

Leonardo Carvalho

Concordo plenamente com você Déo. Quando encontramos o cara certo, sempre rola aquela coisa de que " ELE É MUITO PRA MIM. Já passei por isso. E por causa desse meu jeito de pensar, acabei não levando muito a sério o relacionamento. Mas conforme o tempo, eu fui me entregando, até chegar o ponto de estar super mais apaixonada por ele do que ele por mim. O final foi que ele terminou comigo, e depois de 3 anos, eu ainda sou louca por ele. E apesar de alguns acontecimentos em nossas vidas, eu grito aos sete ventos ELE É O HOMEM DA MINHA VIDA. Mas enfim, acho que se for ele mesmo, mais cedo ou mais tarde, nós vamos nos reencontrar. E se não for, encontrarei alguém com as mesmas qualidades, no qual eu me apaixonei por ele. Estando carente ou não. E é esse meu conselho pra vc Vanda. Deixe as coisas fluírem naturalmente. Não fica pensando E SE ... se tiver que acontecer VAI ACONTECER ! Lembre-se: O QUE É TEU DE FATO, ENCONTRARÁ UM JEITO DE CHEGAR ATE VOCÊ!. Boa sorte ! Beijos Déo !

Isso ai Ana Laura! Falou bonito!
Sem adendos ou comentários

Bjs da Déo