27 de mar de 2013

Déo conversas de botequim

22:30h, sexta-feira, antes do álcool fazer efeito...

" - Déo, eu sou uma mulher sem frescuras! 
Não faço questão de ir a restaurantes chiques, não me incomodo  de não viajar por falta de grana, o cara não precisa abrir a porta do carro nem ser cavalheiro, não precisa ter grana e muito menos ter carro, pode me levar no motel de táxi, de ônibus, carro velho ou bicicleta, agora não me faça ter que dividir a conta. 
Dividir ou pagar a conta é muita falta de respeito!!!!"

- Maria Alice, e se o cara não tem condições de pagar a conta toda. Um momento difícil de vida, sei lá. Às vezes estas coisas acontecem...

" - Tudo bem. Pode estar sem grana. Eu posso buscá-lo em casa, mas dividir a conta eu não divido. Se eu dividir é só uma vez e nunca mais"

Imagem do blog Conversa de Bar

Sábado, meia-noite, ouvindo a conversa alheia da mesa de bar alheia:

" - Pô cara sabe aquela modelete que eu tava pegando??? "

" - Sei Gabriel! Aquela p*&¨%$ g¨%$#@ ne?"

" - Essa mesma! Ela veio com uma historinha de que era para eu buscá-la em Alphaville. Dei uma desconversada né meu, porque você sabe que eu não tenho carro. Até ela me falou - "ah é você não tem carro".

Até parece que eu ia sair da Vila Mariana, ir pra Alphaville ir no bar na Vila Madá e depois ter que levá-la de novo para Alphaville. 
Falei para ela que a gente marcava outra parada com tempo quando ela tivesse aqui em Sampa de novo. Sem chances. Se ela me quer, ela que se vire para me ver. "

" - É Carlos, essa mulherada tá folgada mesmo... dá um chega pra lá nela"

" - Vou deixar ela na geladeira enquanto saio com a Sandrinha que não é tão bonitona, mas para o arroz e feijão ela tem graça!" 

Duas conversas. 
Dois pontos de vistas opostos. 
Dois sexos: feminino e masculino.

Um consenso: o outro está sempre errado.

Será mesmo?

Reações:

5 comentários:

As pessoas estão ficando tão superficiais...

É, Déo... e tem gente que não entende quem está completamente desanimada para relacionamentos.... rs.

É meninas o jeito é quem tem segurar e quem não tem...rezar!

Bjs da Déo

Eu leio seu blog e nunca comento maaas ...vamos lá .
Estava sozinha há um ano depois de um término de namoro MUITO doloroso ( digamos que o cara me deu um pé com casa quase montada e tudo ) .Fiquei deprê meses , mal saía de casa , me forçava a trabalhar , enfim ...só no final do ano passado conheci um cara e beijei , etc etc e aí percebi que votei à vida ...
POis bem , há cerca de um mês comecei a me relacionar com um cara bacana , inteligente , mora sozinho , se interessa pela minha vida , me liga todo dia ( milagre !!! ehehe) , nos vemos o finde inteirinho ,conheci os amigos e ele está conhecendo os meus , tudo lindo , tudo super gostoso ...
Aí vem o MAS : cada um paga sua parte dos programas ..ele é estrangeiro , mora sozinho , tem que se bancar em tudo etc .Não fazemos programas carésimos , e sim cinemas , um barzinho , uma baladinha mais básica , um almoço de domingo ...
E segundo o senso comum dessas duas histórias eu deveria desistir pq afinal ...ELE NÃO PAGA minha parte ...óooo ...O meu ex pagava quase tudo e me ferrou no final , esse não paga e está me deixando feliz .
Enfim , me alonguei mas o resumo é : concordo com a colega que falou que as pessoas estão superficiais .Querem tanto um amor mas não cedem em nada .Antigamente eu ficava p da vida com homem que não pagava , agora percebi como ele como isso não é o fundamental .
Será que sou tonta ? Ou estou sendo REALISTA ?
Adoroooooo esse blog !

Ju SP, em primeiro lugar, muito obrigada por comentar! E em segundo pelos elogios ao blog. É muito bom ler isto!

Well, a vida está ai para experimentos sabe? Não é porque uma pessoa acredita que pagar a conta é fundamental que todas as outras acham isto.

Eu, por exemplo, acho extremamente cavalheiro abrir a porta do carro! Conheço dois homens que fazem isso: um belisco que eu tive e um amigo.
Espécies raras em extinção!
Agora por conta disto vou deixar de conhecer outras pessoas?

Claro que não.

O que te faz rir tem que manter, o que te faz sofrer...manda para bem longe...

Volte sempre
Bjs da Déo