25 de mar de 2014

Este texto é para você!

Além da correria do dia a dia de uma moradora solteira de um flat como é meu caso, o que me fez não escrever tanto como eu escrevia por aqui é pela pergunta que não quer calar: será que alguém realmente lê todos os meus posts? Será que eu levo algo que vale a pena para os outros? Será que meu exemplos ajudam alguém?

Escrever para um blog é um ato muito solitário, embora nas entrelinhas seja muito pretensioso, é porque a gente sempre espera que alguém leia e comente o que escrevemos. A gente sempre fica esperando que alguém diga " putz! entendo o que você está dizendo ou isso faz sentido para mim" ou outras frases que faz a gente pensar - é eu tenho que continuar.

A proposta aqui nunca foi ganhar dinheiro, vender produtos, exibir vídeos com publicidade de 5 segundos antes de começar o meu vídeo, nada disto. Meu único objetivo foi e é o de contar as minhas histórias e as histórias das leitoras e leitores que assim como eu já passaram por muitas, mas que ao final chegaram a conclusão de que a vida deve ser aproveitada da melhor maneira e com quem vale a pena.

Já me chamaram de feminista, de mal amada, de guru do amor, de azarada, de mal comida (desculpe, mas tive que usar esta expressão), de mentirosa, de muito divertida, de descolada, faceira, falsa, invejosa, espirituosa ou muito bem humorada. Também recebi nomes que eu não posso dizer aqui porque quando comecei a escrever neste blog me comprometi a nunca usar determinadas palavras...

Todos os comentários são verdadeiros porque toda mulher é um pouco de cada coisa misturada pelo menos algum dia na vida. 
E todas as suspeitas também. 

Quando escrevo por mais que eu queira que alguém leia, quero que leia e se encontre no que eu digo. Quero que faça sentido para alguém e quem sabe até possa melhorar o dia desta pessoa?

O compromisso de toda semana com um texto, normalmente às quartas-ferias, acabou não continuando, mas quero que saibam que todos os e-mails são lidos, todos os inbox são lidos e sempre respondo todos mesmo que demore. 

Tenho muito carinho por vocês leotires.

Reações:

8 comentários:

Leio sim Déo, todos! Só não comento.

E essas coisas que acontecem... Ou no meu caso, não acontecem... Não se trata de má sorte, até porque se vc observar bem, vai ver que você tem tantas coisas que valem muito mais do que a necessidade de um relacionamento ou pelo menos um belisco que valha à pena.

E sim, seus textos fazem muito bem às vezes, falo por mim e por amigos pra quem já enviei alguns.
Tanto por ver que não é sisma do destino em me "trollar" sentimentalmente, quanto em ter uma outra visão sobre algo, ou até mesmo ter um conforto nas tuas palavras em algum momento.

Beijos,
Thaian.

Thaian,
Obrigada pelo feedback!
Adorei, volte sempre!

:)

Olá
Seu blog está nos meus favoritos, sempre dou uma olhada para ver se você postou algo.
O seu jeito de contar as roubadas, as suas tentativas, me fazem bem.
Apesar de ser situações que às vezes de engraçadas não têm nada, você me passa uma leveza e por que não até um certo otimismo.
Digo isso por que com os meus 30 e poucos tenho passado por uma sucessão de roubadas e o primeiro instinto é fazer drama. Porém, seguindo o seu exemplo, eu tento tocar em frente e com o tempo passando até rir um pouco da situação.
É isso.
Só queria demonstrar que tem gente que lê sim! E o melhor: acha importante o que você escreve.
Beijos!

Graciele Reis, muito obrigada pelas palavras, porque meu intuito neste blog é compartilhar experiências e rir delas e se atingi este objetivo pode ter certeza que fico muito feliz!

Continuarei enquanto tiver histórias para contar e quer saber? Por que você não conta a sua história para mim aqui?

Bjs da Déo

Opa opa! Estamos aqui! Sempre que tem texto, leio, mas a mesma correria que afeta você Deo, hoje me afeta e mais ainda na vida de casado...

"Casar" a vida profissional com a pessoal nos dias de hoje é complicado pela falta de tempo, mas sempre que me sobra um pouquinho, estou aqui...

Gostaria até de sugerir algumas coisas, mas posso te mandar por mail!

Continue sempre, por favor!

Anônimos (Nem tanto) Beijos!

Anônimo Monossilábico sua presença aqui é sempre querida. Sugestões? Tô dentro! Mande para o o e-mail caiforadeo@gmail.com leio todos os e-mails por lá e respondo todos também!

Bjs da Déo (não anônima!)

Pode ter certeza que têm muita gente que se identifica com seus textos. Eu gosto tanto desse blog, da sinceridade que eu vejo em cada texto, que ás vezes é engraçado outras vezes me fazem refletir, mas que eu faço questão de ler cada um com muito carinho, ah os comentários também.

Daniele A.

Daniele A que fofa!!!!
Muito obrigada pelas palavras!

Beijão da Déo