21 de abr de 2014

Conta pra mim Déo

Você tem alguma história para contar para mim? O Conta para mim Déo é feita por você. Mande a sua história para caiforadeo@gmail.com que eu conto! 

Hoje a história é da Mônica. Ela está meio desanimada e eu queria saber a opinião de vocês! 

Oi Déo, tenho 31 anos sou professora e tenho uma vida amorosa recheada de pés na bunda, sessões de desprezo e um imenso desespero para mudar essa situação. O tal desespero afugenta os raros candidatos que aparecem e isso me mata por dentro: saber que talvez a culpa seja minha.

Tive 2 namorados: um por volta dos 17 anos (que depois de 6 meses descobri que era casado) e o outro quando tinha 25 anos (durou 2 anos e que terminou por que cobrei sexo dele).

Por questões “didáticas” eu considero minha vida afetiva a partir deste último namoro. Terminou faz 4 anos. Eu morria de medo de chegar aos 2, 3 anos e agora temo que chegue aos 5 anos sozinha, mas se chegar o que eu posso fazer?

Neste período de férias de namorado eu entrei em várias roubadas.
Todos que encontrei e achei que eram os homens da minha vida. O salvador ou o príncipe encantado que iria me tirar da vida de solidão que eu vivo (tenho tendência ao drama tá? rss)

Confesso que nem gosto de lembrar dos tipos, mas creio que todos tinham algo em comum: homens problemáticos que precisavam mais de ajuda que eu.
Tinha o veterinário que era ninfomaníaco e que no segundo encontro queria que eu transasse com ele e mais um homem. Teve o outro veterinário que só quis me beliscar e ao mesmo tempo arrumou uma namorada e eu pirei.

O cara de outra cidade (moro no interior de Minas) que durante 1 mês dizia que eu era uma princesa e blábláblá e de repente sumiu. E pior fiquei com ele por dois meses e ele tinha gostos escatológicos na cama. Sim, não preciso falar mais nada ne?

Em outubro do ano passado um ex ficante de 8 anos atrás resolveu aparecer. Naquela época ficamos por uns 3 meses e eu que sou bem paciente esperei esse tempo todo que ele me chamasse para namorar, mas um belo dia ele disse que estava ficando com uma pessoa e realmente estava e isto durou 8 anos. Quando terminou com ela voltou a me procurar. Ao invés de eu me ligar do passado eu pensei que as coisas poderiam dar certo, chegou ao cúmulo de me dizer que teve que se esforçar para não namorar comigo que gostava de mim... blábláblá, mas foi só pretexto para passar umas noites comigo (e passou) e o pior tinha data certa: sempre às quartas feiras com direito a ida direta no motel para que ninguém visse. Adivinha o que aconteceu? Nesse meio tempo ele começou a namorar. E doeu por que ele sempre quis namorar alguém, mas nunca eu.

Agora a novela da vez é um moço que me envolvi através do Tinder. Tá já sei que isso tinha tudo pra não terminar bem...eu burra e esperançosa além da conta fui dando corda. Quando o moço te diz na terceira conversa que te adora você pode desconfiar: é uma cilada! Veja só a enrascada: ele mora em São Paulo, falava comigo todo o santo dia, eram conversas no Skype que iam até às 2, 3 horas da manhã! Eu comecei a me envolver e comecei a criar expectativa, quando o mancebo viria a Minas me ver eu criei uma obsessão com o feriado da semana santa. Ele não quis vir Déo. Disse que não era o momento, não se sentia à vontade por que eu estava criando expectativa demais e blábláblá. Eu fiquei triste obviamente e triste por que foi a constatação de que ele não estava a fim.

Ah, um detalhe: mesmo quando o “amor estava no ar”, quando estávamos naquele love, ele avisou que ia continuar conversando com outras pessoas no tinder. E eu meio que me submeti a ainda continuar conversando com ele diariamente e nutrindo a esperança que esse sim seria o homem que me faria feliz.

Nessa ultima semana comecei a notar que ele deixava o whatsapp online e não estava falando comigo. Um dia encerrei a conversa e ele continuou lá online e isso já passava da 1 hora da manhã. (deve ter outra no cardápio né).

Falei com ele como de costume e fiquei no vácuo Déo! E eu vi que ele ficou on line umas trocentas vezes... Confesso que estou triste, pois ele estava fazendo parte da minha vida...estava né Déo pelo jeito no cardápio de mulher do Tinder, tinha alguém mais perto...
Essa é minha história previsível, mas é a minha história!
Um beijo Déo!

Monicats! Toda história de desencontros amorosos são feitos de momentos de tensão assim! Você não é a única. Eu também passo por frustrações, tristezas, mas isso não significa que a gente tenha que desistir! Ao contrário, enquanto não encontramos os certos vamos tentando com os errados. Enrosco não!

Não quero te ver desanimada não. Acho o que te falta é motivação para desfocar destes enroscos...sair com as amigas, dar risada, falar besteira, rir de nada, enfim se distrair. Não se deixe abater por beliscos errados. Sorria que os beliscos certos aparecerão! ;)


Bjs da Déo

Reações:

10 comentários:

Ola Deo,

Acho que o caso dela, é como eu comentei no post anterior, ela tem que ter um pouquinho mais de amor próprio sabe? Que ela nao se sinta ofendida, mas vou coloca-la na categoria "mendiga sentimental", isso mesmo que vc leu rsrsrs. A mendiga sentimental é aquela pessoa que nao tem amor proprio, tipo nenhum, niete, nothing, keine, zero! Dai, ela tem que "mendigar" amor, atençao, carinho de terceiros… e ai o que ela recebe???? Isso mesmo! Migalhas, miseras migalhas… Nas ruas de Paris se encontram muitos estrangeiros nas escadarias do metro repetindo a mesma frase o dia inteiro " Une petite pièce s'il vous plait ! (uma moedinha por favor!). E isso é o que a amiga do post tem feito, tem se diminuido, "atirando pra todo lado" sem pensar, sem raciocinar, desde que algum cara sem graça esteja disposto a dar "Une petite pièce", qualquer coisa, a fim de que ela se sinta amada, bonita, desejada….so que o tiro tem saido pela culatra (bom! estou falando do que ela postou). Acho que antes de nos relacionarmos com alguem, temos que estar super bem relacionadas com nos mesmas, temos que ser a nossa fan numero um. O caso da amiga ai de cima, nao creio que o problema seja as "malas" que ela tem namorado, o problema esta nela, nas escolhas que ela tem feito, qual criterio ela tem usado para buscar alguem para se relacionar. Quando ela se resolver por dentro, as coisas ficaram mais faceis do lado de fora…Nao podemos exigir das pessoas aquilo que nao estamos dispostas a fazer por nos mesmas. Love and value yourselves!!! (sorry, if I wrote too much) Kisses and see ya!.

Um amigo meu me diria o seguinte: Sai de casa um pouco, vai passear, vai pra balada, pegue alguém só pra ficar uma noite. E pare de criar expectativas garota, você não percebe que sempre quebra a cara? Então vai, se joga, sem pensar se vai rolar ou não, você escolhe demais e sempre escolhe os errados. Homens são simples, ou querem ou não querem, se ele quisesse, já estaria na porta da sua casa, se não está, então esquece.

Faço minhas as palavras dele. Apesar de eu não obedecer nunca o que ele fala, ele está sempre certo.

Thaian.

Anônima que esquece de assinar: to contigo e não abro. Também acho isto. Amor por si. Respeito. Acalmar a mente. O coração. A cabeça. Acalmar e ouvir o silêncio. Quando temos muito barulho é porque não estamos de fato ouvindo a nós mesmos.

Thaian em partes tem razão. Saia para conhecer outras pessoas se quiser, caso contrário você pode ficar praticando o desapego, a paz de espírito que tbm funcionam com antídotos. Se for para ela sair e ficar pensando nele a saída será péssima!

Bjs da Déo para as duas!

Engraçado e para não dizer péssimo...
Eu sou a moça do post, a que contou a história para a Déo...
Coincidentemente se trata do Tinder né, por isso lembrei desse desabafo que tinha feito aqui.
Pois então se passaram 4 meses e infelizmente nesse tempo que se passou, esse moço de SP que nunca quis vir me ver, continuou presente.
Mas só agora que estou começando a acordar pra vida...
Agora que estou percebendo que eu sou a idiota do cardápio...
Antes tarde do nunca né!

Monicats eu não avalio desta forma.
Você não é a idiota do cardápio. Você é a mulher e ele o menininho que não sabe o que quer da vida e fica deixando as coisas no banho-maria.
A diferença é que a gente vai com tudo, se dedica, se entrega e algumas pessoas estão só passando uma temporada com a gente.
Eu não quero uma temporada eu quero a série completa! E você também!

Se quiser conte a continuação desta história para nós aqui!

Bjão

Querídissima Déo

Concordo com você...
Algumas pessoas não sabem o que querem e não largam o osso.
Eu também quero ser a temporada completa... ou melhor um box inteiro de várias temporadas.
Enfim, eu quero um relacionamento.
Chega de ser "curva de onde só para lixo".
Beijão

Amiga, desculpa, você não é a idiota do cardápio deles, você está sendo uma idiota consigo mesma. Olha a frase que você disse "E eu meio que me submeti a ainda continuar conversando com ele diariamente e nutrindo a esperança que esse sim seria o homem que me faria feliz.". Esse é o problema. Enquanto você ficar achando que é um homem que vai vir te buscar no cavalo branco dele e, no maior estilo conto de fadas, você vai se decepcionar. Ninguém pode trazer a nossa felicidade, as pessoas só estão aqui para que possamos compartilhar A NOSSA felicidade com elas. Eu entendo, é bastante tempo sozinha, mas enquanto você não mudar essa perspectiva, nunca vai conseguir ser feliz sozinha e, consequentemente, vai passar essa impressão desesperada para todos. Sai de casa, ou fica em casa mesmo, se ame, se dê carinho... Faça uma lista das suas qualidades e as aprencie diariamente. Você é a pessoa mais importante da sua vida, e a única. Homem ou pessoa alguma merecem o seu desespero e você precisa, urgentemente, começar a se gostar. Vai malhar, se sentir gostosa, fazer pole dance, descobrir a mulher fatal que com certeza existe dentro de você. Ou não faça nada disso que eu falei, mas por favor, descubra o que faz o seu coração vibrar, sem ser homem. Você é importante demais para desperdiçar seus anos sozinha chorando por pessoas que nem sequer fizeram parte da sua vida. Sexo e pegação sem compromisso são ótimos, enquanto você não esbarra com o certo, vai se divertindo com os errados, mesmo sabendo que eles são os errados. Se ama, amiga.

Aninha: adorei!!!!!!!!!!
É isso ai!

Bjs

E a odisséia continua, fui a Sao Paulo e acabei conhecendo o moço,4 dias de um romance total, muitos "vou sentir sua falta" e uma semana depois ele diz que está ficando com uma pessoa.
A pior cega é aquela que não quer ver.

Mônica

Monicats
Estamos no fim do ano...época de rever nossas posturas diante da vida.
Como encaramos ela e como queremos encarar.
Época em que esquecemos nosso passado (por melhor ou pior que ele seja) e que começamos a planejar nosso próximo ano.
Aproveite este momento para se amar e aceitar como é: cheia de defeitos e qualidades.
Um beijão e boas festas!
Déo