23 de fev de 2016

Se não rolou, não é para rolar!





 

Assumo o sumiço.
Não casei, não estou num relacionamento fantástico, nem muito menos pararam de aparecer beliscos sem noção. Isso continua firme e forte em minha vida...(ainda tenho muitas histórias para contar).

Mas a vida vai nos ensinando que quanto menos apego, mais fluidez. E eu parei de me cobrar de tudo, inclusive de escrever o tempo todo para contar histórias divertidas para quem lê e para quem passa (depois de um tempo é engraçado).

Neste período "sabático" aprendi muito mais de mim e descobri que o problema todo é o quanto que a gente deposita no outro a felicidade. No quanto a gente acha que tendo um cara bacana a vida se torna tudo. Com certeza o amor nos deixa mais doce, mas não podemos considerar a felicidade apenas com isto.

O amor está na gente, está em nos aceitarmos e considerarmos aprendizado quando algo sai errado. O cara não te quis? Que bom! Ia ser uma encrenca danada! Deus sabe o que faz. O Universo sempre conspira a favor e se não rolou: não é para rolar.

Quantas vezes fiquei irritada quando disseram isto para mim? E quantas vezes depois de passar pelo pé na bunda eu agradeci: ainda bem que deu errado. Então o que dá errado pode ser a melhor coisa que te aconteceu. E depois vira história aqui! 

E você vem e me conta o que não aconteceu ou aconteceu errado! 

E juntos a gente ri! 

=)