11 de jun de 2015

Feliz dia dos juntos!

Hoje não é dia dos namorados, mas quero falar sobre ele. Porque amanhã será o dia que alguns namorados se esquecem e o dia que todo solteiro lembra!!! 

Quero falar sobre ele antes do dia para que ninguém fique de #mimimi por ai (agora tá na moda falar #mimimi só espero que isto não recaia sobre mim rsrsrsrs)


O que vale no dia dos namorados é se de fato você está "in love". A conversa aqui é para todos os solteiros, separados, viúvos, casados, amantes, namorados, noivos que estão sozinhos.

Sim. Sozinhos. 

Porque existem milhares de casais sozinhos. Milhares de casados sozinhos, amantes sozinhos, namorados sozinhos, noivos sozinhos e por ai vai.

O lance não é um dia dos namorados, e sim o que você faz da sua vida para estar com ou sem alguém.

Outro dia minha amiga Larissa me disse " - estou super mal porque mais uma vez estou solteira no dia dos namorados e meu sonho é passar um dia dos namorados com namorado". A Larissa é uma pessoa formidável! Excelente, divertida, amiga, companheira, pau para toda obra como dizem por ai, mas quando o assunto é relacionamento é uma bomba-relógio pronta para explodir. Ela conhece alguém e já quer que este alguém seja o futuro marido dela, pai das 3 meninas lindas que ela quer ter e que seja tudo que ela sempre sonhou. Não vai ser, porque sonho chama sonho justamente porque temos ele dormindo, senão seria realidade e a realidade é saber lidar com o que é diferente da gente. Larissa está sozinha.

A Vanda é uma pessoa ímpar, mas namora há anooooooooooooos (tipo assim uns 12 anos que eu me lembre) com a mesma pessoa e sempre tem os mesmos problemas que giram em torno de "ele não quer casar, diz que assim tá bom demais". Vanda, para que um relacionamento que te dá menos do que você quer? São 12 anos, quantos mais você irá esperar para ele decidir que agora sim é a hora de vocês casarem? Quantos dias dos namorados você passa sozinha porque ele está em happy hour com os amigos? Vanda está completamente sozinha.

O meu amigo Bruno está num relacionamento super delicado. Ela é casada,e tem dois filhos e diz para ele que só não se separa porque o marido é violento e ela tem medo que ele faça algo com as crianças. Bruno vive propondo coisas diferentes para resolver esta situação, já ajudou financeiramente ela por meses para que ela pudesse se estabelecer financeiramente e largar o marido, mas ela insiste em dizer que ela tem que permanecer com o marido porque ele já foi muito bom a ela e assim as crianças não correm riscos. E nas redes sociais posta o tempo todo coisas dos dois juntos e sempre dizendo que o ama mais que tudo. Bruno está sozinho.

Vocês conseguem perceber que o dia dos namorados não é nada se não significar o dia de ficar junto daquele que vocês escolheram para estar ao lado de vocês? Não é o tempo de namoro, casado, noivado ou de qualquer outro momento que faz vocês estarem juntos, é o sentimento pelo outro.

E não é este dia que significa algo. São todos os dias. São as pequenas e simples coisas. O dia dos namorados pode ser a deprê para quem está só, mas pode ser o dia de você repensar a relação que está tendo com o mundo. O que tem projetado para os outros? Amor? Alegrias? Ou apenas sentimentos tristes por estar só? Somos um reflexo do que emitimos ao mundo.

O que você quer emitir? O que você quer receber?

Desejo a todos um lindo dia independentemente se estiver sozinho e feliz ou com alguém, mas feliz, o que importa é estar feliz!

Reações:

0 comentários: